Poesias Nonsense

Nubígeno

Nubígeno que vem das nuvens
estrigar macio e sedoso;
da aritmomancia que adivinha o número
ou através da oomancia
ponxirão de um mutirão
é urente e queima
produzindo seu ardor
sandeu, tolo, estúpido, idiota;
um verdadeiro treboçu
quando se desanima apela ao zumbaieiro
e na onicofagia de roer seus próprios sonhos

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: