Poesias Nonsense

Vida

A mais bela de todas!

A mentira.

A vida, ceifada aos prantos.
Passarás a vida inteira
acreditando em seu suspiro?
Uivando seus delírios?
Cheirando a carnificina?
Apadrinhando a esperança?
Nele…
Lutando por
sonhos
utopias
ideiais
mazelas
pobreza
Ou riqueza?
E no fim,
No silencio imaginativo de teus passos
Um golpe:
silencioso,
milagroso,
escândaloso,
Tirará-lhe o último brilho e suspiro!

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: