Poesias Nonsense

Tamoios paulistas

Ourives perene
Traga-me a empala
A adaga viril
A condessa sutil
Diamantes encravados
Na alma cigana
Ao cigarro
Um copo de uísque
Conforto e distração
A uma mente insana, porém cansada.
Desejos vidrados na televisão
– AO MOTIM!
– Ao butim…
Tamoios paulistas
Circenses artistas

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: