Poesias Nonsense

A ela

A ela
meu encanto
eu sei,
proibido amor!
talvez….
este nem exista!
fruto da inércia de minhas flácidas madeixas
Aquele ruivo sorriso….
Sereno e tranqüilo
Me  faz reviver
Ruivo sorriso
Me leve contigo
Pro mesmo caminho
Além mar
Ruivo Sorriso
Espero em prantos
Seus braços mansos
Amor indiscreto, secreto e semântico.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: