Poesias Nonsense

DOPAMINA


NA EXATIDÃO DE TUAS MÁGOAS
O LENTO ORVALHO ESCLARECE
PARA TI DEIXAR ALEGRE, ESMAECE
NA NOITE QUE JÁ SE DESCE…

O QUE SERÁ DESSAS PELEJAS?

SEU OLHAR, TRIUFANTE JUNTO AO MEU
A MESMA ILUSÃO,
SEREMOS IGUAIS A TODOS
NADA ALÉM DA NATUREZA ANIMAL
DO INSTINTO, DO QUE SINTO

feniletilamina, dopamina, endorfina, e ocitocina?

PARA QUE DIZER “EU TE AMO?”

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: