Poesias Nonsense

Comédia-pastelão

Ela sorriu e fingiu esquecer.
Ela mentiu fingindo saber!
O que quer os olhos cintilantes?
Acusar-me de litigante?

Ela sorriu com saber
Ela exprimiu, por querer
Quer-me os olhos revoltantes?
O que acusa a diletante?

É uma trova certeira…
Uma cigarra sorrateira…
Um rato preso numa ratoeira…

Um  instante de alucinação…
Um comediante, em ação…
Um drama, comédia-pastelão!

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: