Poesias Nonsense

Corpus Hermeticum

Não há nada!
Sabedoria do Corpus Hermeticum
Minutos…
Há espera da reprise dos mesmos cantos!
Os ruídos que não cessam,
tempo que não apedreja.
Na esperança de encontrar o Sigilo.
De levitar, unir peregrinos.
Minutos…
Há espera da reprise dos encantos.
Da queda, do levante!
Que o Verbo, presente está, nestes cantos.
Fragmentos próximos ou distantes!

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: