Poesias Nonsense

Sétimo véu

A poeira vai dissipar-se;
Ela vai.
Reabrirá o livro de memórias.

Como estão todos vocês?

Ela vai, mas o tempo não?

Todos os rostos conhecidos,
Atualmente, ilustres desconhecidos.
Acorrentados em enzimas translúcidas.

E para onde foram tantas promessas?
Encontrarei-os?
Transgredindo o sétimo véu!

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: