Língua Portuguesa Linguagem

Língua Portuguesa: Advérbio

Advérbio é a classe gramatical das palavras que modifica um verbo, um adjetivo ou um outro advérbio. Nunca modifica um substantivo.

Definição e Classificação: panorama geral


Advérbio (Do latim adverbium)

Classe gramatical das palavras que acompanham e modificam o verbo, indicando-lhe as circunstâncias em que ocorrem as ações verbais.


• Exemplos

A sessão de cinema acabou cedo e eles saíram rapidamente.
• cedo: advérbio de tempo, modifica o verbo acabar.
• rapidamente: advérbio de modo, modifica o verbo sair.

Os advérbios não são modificadores exclusivos dos verbos, eles também
podem aparecer junto a adjetivos e a outros advérbios, como é o caso dos
advérbios de intensidade e de modo.
• Exemplos

Essa é a postura menos adequada para uma pessoa que se diz politicamente correta.
• menos: advérbio de intensidade, modifica o adjetivo adequada.
• politicamente: advérbio de modo, modifica o adjetivo correta.


O aluno se comportou muito mal em sala de aula.
• muito: advérbio de intensidade, modifica o advérbio de modo mal.

Alguns dos advérbios da língua portuguesa:

O advérbio também pode ser formado por duas ou mais palavras. Temos,
então, uma locução adverbial, expressa normalmente por preposição + substantivo com valor de advérbio.
• Exemplos:

Toda a mercadoria foi entregue a pé pelos comerciantes.

Sem dúvida, ela era a garota mais bonita da escola.

Certas palavras e locuções são classificadas à parte pela Nomenclatura Gramatical Brasileira. Tais palavras se parecem com advérbios, mas não podem ser confundidas com eles, pois não se referem a verbos, a adjetivos, a advérbios ou a uma sentença. São chamadas de advérbios impróprios ou palavras denotativas.

Exemplos:
A família se reuniu, todos vieram, até o tio distante… (denota inclusão)
Todos chegaram, menos Maria. (denota exclusão)
Ele era bonito, aliás, lindo. (denota retificação)

Os advérbios e as locuções adverbiais são classificados de acordo com a
circunstância que exprimem:

Tempo


Ontem, hoje, amanhã, agora, cedo, tarde, logo, antes, depois,
brevemente, já etc.
Locuções adverbiais: à tarde, pela manhã, em breve, de
repente, às vezes etc.

Lugar


Além, acima, abaixo, dentro, fora, aqui, alí, lá, cá, adiante, perto,
longe, detrás etc.
Locuções adverbiais: ao lado, a distância, em cima, por
fora, por ali, por perto etc.

Intensidade


Muito, pouco, bastante, mais, menos, demasiado, meio, completamente
etc
Locuções adverbiais: de modo, de muito, de pouco etc.

Modo


Melhor, pior, bem, mal, assim, depressa, como, rapidamente,
calmamente etc.
Locuções adverbiais: às pressas, em vão, passo a passo etc.

Afirmação


Sim, realmente, certamente, efetivamente etc.
Locuções adverbiais: com certeza, por certo, sem dúvida etc.

Negação


Não, tampouco, absolutamente etc
Locuções adverbiais: de jeito nenhum, de modo nenhum,
de forma alguma etc.


Dúvida


Talvez, provavelmente, acaso, possivelmente, etc.
Locuções adverbiais: por certo, com certeza etc.

Muitas vezes é o contexto que define se a circunstância é de afirmação ou de dúvida, quando usamos: por certo, com certeza. Alguns advérbios são classificados como interrogativos e são empregados em interrogativas diretas e indiretas:


• Exemplos:
Onde você está? (expressa ideia de lugar)
Diga-me como você está. (expressa ideia de modo)
Quando você estará de volta? (expressa ideia de tempo)
Gostaria de saber por que você não chegou ainda. (expressa ideia de causa)

Embora os advérbios pertençam à classe de palavras invariáveis, alguns
deles (de modo, tempo, lugar e intensidade) podem variar em grau,
assim como os adjetivos e os substantivos. Eles possuem os graus comparativo e superlativo:


Grau comparativo:
Igualdade: O menino falava tão alto quanto o pai.
Superioridade: O menino falava mais alto (do) que o pai.
Inferioridade: O menino falava menos alto (do) que o pai.


Grau superlativo absoluto:
Analítico: O menino fala muito alto.
Sintético: O menino falava altíssimo.


É muito importante conhecermos a classe dos advérbios, assim como saber
o que exprimem, pois ao indicarem as circunstâncias, eles nos trazem importantes informações para utilizarmos e enriquecermos nossos textos.
Quando utilizamos advérbios, podemos valorizar aquilo que queremos destacar em determinado assunto, expressando nossas opiniões e posicionamentos. Desse modo, com o auxílio dos advérbios e outros recursos da língua, nossa expressão escrita torna-se mais clara e objetiva.

Advérbio Interrogativo


São as palavras: onde? aonde? donde? quando? como? Por que?, nas interrogações diretas ou indiretas, referentes às circunstâncias de lugar, tempo, modo e causa.

Interrogação Direta
Como aprendeu?
Onde mora?
Por que choras?
Aonde vai?
Donde vens?
Quando voltas?


Interrogação Indireta
Perguntei como aprendeu.
Indaguei onde morava.
Não sei por que choras.
Perguntei aonde ia.
Pergunto donde vens.
Pergunto quando voltas.


Dúvida constante entre os alunos costuma ser a utilização de onde ou aonde. Aonde indica ideia de movimento ou aproximação. Opõe-se a donde, que exprime afastamento.
Onde indica o lugar em que se está ou em que se passa algum fato. Normalmente, refere-se a verbos que exprimem estado ou permanência.
Nos exemplos a seguir, veremos que a forma aonde costuma referir-se a
verbos de movimento:

Verbo de Movimento
• Aonde ele vai?;
• Aonde querem chegar com essas atitudes?;
• Aonde devo passar para chegar até lá?;
• Não sei aonde ir.


Verbos de Estado
• Onde ela está?;
• Onde você vai ficar nas férias?;
• Marque os lugares onde as pessoas vão ficar durante o show.;
• Não sei onde vou procurar.


Locução Adverbial


Quando há duas ou mais palavras que exercem função de advérbio, temos
a locução adverbial, que pode expressar as mesmas noções dos advérbios.
Iniciam ordinariamente por uma preposição. Veja:

• Lugar: à esquerda, à direita, de longe, de perto, para dentro, por aqui etc.;
• Afirmação: por certo, sem dúvida etc.;
• Modo: às pressas, passo a passo, de cor, em vão, em geral, frente a frente etc.;
• Tempo: de noite, de dia, de vez em quando, à tarde, hoje em dia, nunca mais etc.

Palavras e Locuções Denotativas


São palavras que, embora em alguns aspectos (ser invariável, por exemplo)
assemelhem-se a advérbios, não possuem, segundo a Nomenclatura Gramatical Brasileira, classificação especial. Do ponto de vista sintático, são expletivas, isto é, não assumem nenhuma função; do ponto de vista morfológico, são invariáveis (muitas delas vindas de outras classes gramaticais); do ponto de vista semântico, são inegavelmente importantes no contexto em que se encontram (daí seu nome).

Classificam-se em função da ideia que expressam:


Adição
ainda, além disso etc.
• Por exemplo: Comeu tudo e ainda repetiu;


Afastamentos
embora.
• Por exemplo: Foi embora daqui;


Afetividade
ainda bem, felizmente, infelizmente.
• Por exemplo: Ainda bem que passei de ano;


Aproximação
quase, lá por, bem, uns, cerca de, por volta de etc.
• Por exemplo: Ela quase revelou o segredo;


Designação
eis.
• Por exemplo: Eis nosso carro novo;


Exclusão
apesar, somente, só, salvo, unicamente, exceto, senão, sequer, apenas etc.
• Por exemplo: Não me descontou sequer um real;


Explicação
isto é, por exemplo, a saber etc.
• Por exemplo: Li vários livros, a saber, os clássicos;


Inclusão
até, ainda, além disso, também, inclusive etc.
• Por exemplo: Eu também vou viajar.

Limitação
só, somente, unicamente, apenas etc.
• Por exemplo: Só ele veio à festa;


Realce
é que, cá, lá, não, mas, é porque etc.
• Por exemplo: E você lá sabe essa questão?; O que não diria essa senhora se soubesse que já fui famoso;


Retificação
aliás, isto é, ou melhor, ou antes etc.
• Por exemplo: Somos três, ou melhor, quatro;


Situação
então, mas, se, agora, afinal etc.
• Por exemplo: Mas quem foi que fez isso?


As palavras denotativas, frequentemente, ocorrem em frases e textos diretamente envolvidos com as estratégias argumentativas. Por essa razão,
fique atento ao papel de palavras como, até, aliás, também etc. e para os
efeitos de sentido que produzem nas situações efetivas de interlocução.
Podem ser difíceis de classificar, mas isso não impede que sejam importantes e necessárias.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: