AULA 3 – FAZENDO LEITURAS EXPRESSIVAS – PARTE I

Olá

Você está na AULA 03, da 2ª Situação de aprendizagem, do 1º bimestre, de Língua Português, para o 1º Ano do Ensino Médio, do professor Antonio Archangelo, da Escola Estadual Zita de Godoy Camargo, Rio Claro/SP.

Durante o período de isolamento social, este material garantirá a continuidade de seus estudos visando, sobretudo, manter o vínculo com a comunidade escolar e as metas/objetivos de vida para este ano letivo. Em cada uma das atividades você terá que:

Assistir as aulas no Centro de Mídias;
Concluir a leitura do Roteiro disponibilizado neste site, no grupo de WhatsApp, no Google Classroom ou impresso na escola;
Concluir a leitura complementar sugerida / Participar do projeto de prática;
Concluir o Exercício proposto;
Participar do Fórum.

PÁGINA CADERNO DO ALUNO (APRENDER SEMPRE): 20 – 22.
(vídeos não são obrigatórios para quem não possui acesso a internet)

PROGRAMAÇÃO CMSP

EtapaHorárioCanal de Exibição09/Mar11/Mar
1ª série do EM15h30TV Educação + APPLíngua PortuguesaLíngua Portuguesa
Objetivos da aula:
•Compreender como é feita uma leitura expressiva de trechos de um conto;
• Fazer inferências, a partir de elementos linguísticos do conto, de modo a produzir sentido quanto ao que se lê

VAMOS ASSISTIR?

VÍDEO 1: Aula 02/03/2021 – A asneirona e a criteriosa

https://www.youtube.com/watch?v=i4xkUraYvXU

Texto 1
ÀS ESCURAS
Artur de Azevedo

Havia baile naquela noite em casa do Cachapão, o famoso mestre de dança, que alugara um belo sobrado na Rua Formosa, onde todos os meses oferecia uma partida aos seus discípulos, sob condição de entrar cada um com dez mil-réis.

D. Maricota e sua sobrinha, a Alice, eram infalíveis nesses bailes do Cachapão. D. Maricota era a velha mais ridícula daquela cidadezinha da província; muito asneirona, mas metida a literata, sexagenária, mas pintando os cabelos a cosmético preto, e dizendo a toda a gente contar apenas trinta e cinco primaveras – feia de meter medo e tendo-se em conta de bonita, era D. Maricota o divertimento da rapaziada.

Em compensação, a sobrinha, a Alice, era linda como os amores e muito mais criteriosa que a tia.

O Lírio, moço da moda, que fazia sempre um extraordinário sucesso nos bailes de Cachapão, namorava a Alice, e no baile anterior lhe havia pedido… um beijo.

Um beijo?! Você está doido, seu Lírio?! Onde? Como? Quando?

Ora! Assina você queira…

Eu não dou; furte-o você se quiser ou se puder. Isto dizia ela porque bem sabia que as salas estavam sempre cheias de gente, e a ocasião não poderia fazer o ladrão.
Demais, D. Maricota, a velha desfrutável, que andava um tanto apaixonada pelo moço, que aliás podia ser seu neto, tinha ciúmes e não os perdia de vista.
Mas o Lírio, que era fértil em idéias extraordinárias, combinou com um camarada, o Galvão, que este entrasse no corredor do sobrado às 10 horas em ponto, e fechasse o registro do gás.
Se o Lírio bem o disse, melhor o fez o Galvão; mas ao namorado saiu-lhe o trunfo às avessas, como vão ver.
Faltavam dois ou três minutos para as 10 horas, quando ele se aproximou de Alice e murmurou-lhe ao ouvido:

Aquela autorização está de pé?

Que autorização?

Posso furtar o beijo?

Quando quiser.

Bom; vamos dançar esta quadrilha.

Mas a velha D. Maricota levantou-se prontamente da cadeira em que estava sentada e enfiou o braço no braço do moço, dizendo:

Perdão, seu Lírio! Esta quadrilha é minha! O senhor já dançou uma quadrilha e uma valsa com Alice!

E arrastou o Lírio para o meio da sala.

De repente, ficou tudo às escuras.

Passado um momento de pasmo, D. Maricota agarrou-se ao pescoço do Lírio e encheu-o de beijos, dizendo muito baixinho:

Ingrato! Ingrato! Foi o meu bom amigo que apagou as luzes!

E aqui está como ao Lírio saiu o trunfo às avessas.

AZEVEDO, A. de. Às escuras. Biblio.com. Disponível em: http://www.biblio.com.br/defaultz.asp?link=http://www.biblio.com.br/conteudo/ArturAzevedo/ASESCURAS.htm Acesso em: 09 set. 2020

VÍDEO 2: Às escuras (Conto), de Artur Azevedo

https://www.youtube.com/watch?v=idR1NqEdF-M

Agora é a sua vez!
Estudante, após a leitura do conto “Às Escuras”, de Artur de Azevedo, identifique os elementos constitutivos da narrativa.

  1. Leia o conto com atenção e, na sequência, destaque no texto as palavras desconhecidas. Procure no
    dicionário o significado delas e as registre aqui.

2. O enredo é um conjunto de fatos ligados entre si que fundamentam a ação de um texto narrativo. No
conto “Às Escuras”, qual o enredo?

  1. O conto é uma narrativa curta. Esse gênero apresenta, em sua estrutura, poucas personagens, poucas ações, tempo e espaço reduzidos. Com relação ao conto “Às Escuras”, responda:

a. As descrições das personagens ocorrem de forma objetiva ou subjetiva? Justifique.

b. O texto é narrado em qual pessoa? Quais elementos do texto justificam sua resposta?

c. Como terminou o desfecho da narrativa? A personagem que articulou para que as luzes se apagassem na hora certa conseguiu atingir seu objetivo da forma como havia pensado?

Hora da pesquisa e registrar
Nesta aula, você conheceu o conto “Às Escuras”, de Artur de Azevedo. Agora, você realizará uma pesquisa sobre o autor e sobre sua produção artística-literária. Assim, sugerimos que busque informações acerca do contexto de produção dessa obra, dos fatos e acontecimentos da época em que viveu o autor, das circunstâncias que contribuíram para sua trajetória, da maneira como se tornou conhecido, da sua produção bibliográfica e de diversas outras situações. Agora grave um áudio ou vídeo e divulgue as informações encontradas em sua pesquisa. Divulgue em suas redes sociais e marque o professor na postagem.

um comentário

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s