Relatório #1 – Turma A e B – 8ºD

Durante a semana, na verdade duas semanas, pois com a pandemia a turma foi dividida em dois pequenos grupos, as atividades se concentraram em proporcionar reflexões sobre a volta a escola e o que virá…

Optei em realizar pequenas revisões e, então, percebi o tamanho do GAP de aprendizagem que a pandemia deixou na vida desses estudantes. Os dois grupos são distintos e possui potenciais diferentes. Enquanto o primeiro existe um número maior de alunos com interesse na disciplina de Lingua Portuguesa, o segundo é um grupo mais ativo e falante.

A proposta, então, foi a de promover pequenas rodas de conversas distanciadas para a aproximação dos discentes, já que existe grupelhos dentro dos pequenos grupos e até o isolamento de aluno oriundo de outro estado brasileiro.

Prôpus a leitura de alguns textos, construíram as regras de convivência (Grupo 1) e iniciei a revisão de conteúdo em período de até 20 minutos. Quero tentar insistir nos portóflios reflexivos, mas não sei se consiguirei explicar de maneira adequada o uso dessa ferramenta.

As aulas presenciais são outro universo, de extremo desgaste energético. E de necessidade contínua de chamar a atenção de todos os alunos, o que fica mais fácil em pequenos grupos. Quando os grupos forem unidos novamente, não sei como será…

Em relação ao planejamento, divulguei para eles, pelo grupo de WhatsApp da escola as seguintes atividade:

  • ATIVIDADE 1 – ENTRE LABIRINTOS
  • ATIVIDADE 2 – CONECTANDO LABIRINTOS
  • ATIVIDADE 3 – OUTROS LABIRINTOS
  • ATIVIDADE 4 – A CONSTRUÇÃO DO IDIOMA: ALGUNS EXEMPLOS
  • ATIVIDADE 5 – NOS LABIRINTOS DAS FAKE NEWS
  • ATIVIDADE 6 – NAS ONDAS DO RÁDIO… ALIENS ATACAM!

Nesta Situação de Aprendizagem (SA), desenvolverei atividades de leitura, de escrita, de oralidade voltadas à organização e à interpretação de textos. Veja, a seguir, algumas habilidades, entre outras, que começaremos a trabalhar:

  • EF08LP08A – Identificar, em gêneros textuais, verbos na voz ativa, passiva, reflexiva.
  • EF08LP04B – Utilizar, ao produzir diferentes gêneros textuais, conhecimentos linguísticos e gramaticais.
  • EF08LP04A – Identificar aspectos linguísticos e gramaticais (ortografia, regências e concordâncias nominal e verbal, modos e tempos verbais, pontuação, acentuação, hifenização, estilo etc.) em funcionamento em um texto.
  • EF08LP14A – Identificar recursos de coesão sequencial (articuladores) e referencial (léxica e pronominal), construções passivas e impessoais, discurso direto e indireto e outros recursos expressivos adequados ao gênero textual.
  • EF08LP14B – Utilizar recursos de coesão sequencial e referencial, construções passivas e impessoais, discurso direto e indireto e outros recursos expressivos adequados ao gênero textual.
  • EF08LP15 – Estabelecer relações entre partes do texto, por meio da identificação do antecedente de um pronome relativo ou o referente comum de uma cadeia de substituições lexicais.
  • EF69LP54 – Analisar os efeitos de sentido decorrentes da interação entre os elementos linguísticos e os recursos paralinguísticos e cinésicos, que funcionam como modificadores, percebendo sua função na caracterização dos espaços, tempos, personagens e ações próprios de cada gênero narrativo.
  • EF89LP33A Ler, de forma autônoma, textos de gêneros variados.
  • EF69LP50 – Elaborar texto teatral, a partir da adaptação de romances, contos, mitos, narrativas de enigma e de aventura, novelas, biografias romanceadas, crônicas, dentre outros, indicando as rubricas para caracterização do cenário, do espaço, do tempo; explicitando a caracterização física e psicológica dos personagens e dos seus modos de ação; reconfigurando a inserção do discurso direto e dos tipos de narrador; explicitando as marcas de variação linguística (dialetos, registros e jargões) e retextualizando o tratamento da temática.
  • EF69LP51- Engajar-se ativamente nos processos de planejamento, textualização, revisão/ edição e reescrita, tendo em vista as restrições temáticas, composicionais e estilísticas dos textos pretendidos e as configurações da situação de produção – o leitor pretendido, o suporte, o contexto de circulação do texto, as finalidades etc. – e considerando a imaginação, a estesia e a verossimilhança próprias ao texto literário.
  • EF69LP53 – Ler em voz alta textos literários diversos, bem como leituras orais capituladas (compartilhadas ou não com o professor) de livros, contar/recontar histórias tanto da tradição oral, quanto da tradição literária escrita, expressando a compreensão e interpretação do texto por meio de uma leitura ou fala expressiva e fluente, gravando essa leitura ou esse conto/reconto, seja para análise posterior.

SE EU MORRESSE AMANHÃ

Ao utilizar poemas, percebi que há um potencial em estimular os alunos e descobrir problemas camuflados que afloram quando entram em contato com o poema.

Algumas vezes, o exercícios é angustiante, pois detectar algo e não conseguri agir para dissipar o sofrimento é um sentimento de frustração, porém, insisto que tal atividade é primordial para que eles próprios entendam a necessidade de colocar para fora o que incomoda…

RPG – jogo de papeis e problemas morais

Durante toda semana e nos dois grupos, iniciei um jogo baseado nos clássicos RPG’s – jogo de interpretação de personagens. E a ferramente é muito potente, uniu os grupos e motivou os mais calados a participarem de forma efetiva. Além da união, protagonismo e desafios sobre as questões morais, o jogo também ajudou a descontrair os alunos que estavam muitos tensos.

Com a turma B, conseguir avançar e começar a trabalhar a questão lúdica e aguçar o interesse pela leitura. Além disso, cada aluno participante reescreveu a história no caderno como forma de garantir a continuiedade do jogo na próxima semana.

TURMA A

O roubo no Bar

Um funcionário acusado de roubo e a reclamação de uma consumidora. Como resolver o impasse ao descobrir que os furtos aconteciam após um aconxavo entre os seguranças do bar e a polícia local?

Desfecho: História interrompida pela eliminação de todos os personagens…

TURMA B

Sequenstro em Paraxítona

Uma princesa é sequestrada por uma criatura humanóide e levada para o calabouço de uma taberna a mando de uma rainha má.

Os herois aceitarão intervir e auxiliar uma desconhecida?

Desfecho: Princesa raptada, heróis evitaram salvar a personagem.

Referente as semanas do dia 30 de agosto ao dia 10 de setembro de 2021. Nomes ocultados para garantir a privacidade dos envolvidos. O relatório tem caráter pedagógico.

Metas

Continuar o desenvolvimento dos jogos de RPG e a revisão. Já perspassamos: Letras, sílabas, oxítonas/paraxítonas/proparoxítonas.

Construir o mural com as regras da sala.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s