Inflação aumenta salário mínimo necessário que chega a R$ 5,8 mil

Supermercado na zona sul do Rio de Janeiro.

Uma das consequências da escalada inflacionária de 2021, no Brasil, é o consequente aumento do salário mínimo necessário para que uma família de quatro pessoas, com dois adultos e duas crianças viva no Brasil que, de acordo com DIEESE (Departamento Intersindical de Estatística e Estudos Socioeconômicos) chegou a R$ 5.886,50, em outubro. O que corresponde a 5,35 vezes o piso nacional vigente, de R$ 1.100,00.

Em setembro, o valor do mínimo necessário deveria ter sido de R$ 5.657,66, ou 5,14 vezes o piso em vigor.

Além disso, o tempo médio necessário para adquirir os produtos da cesta, em outubro, ficou em 118 horas e 45 minutos (média entre as 17 capitais), maior do que em setembro, quando foi de 115 horas e 02 minutos.

Quando se compara o custo da cesta com o salário mínimo líquido, ou seja, após o desconto referente à Previdência Social (7,5%), verifica-se que o trabalhador remunerado pelo piso nacional comprometeu, em outubro, 58,35% (média entre as 17 capitais) do salário mínimo líquido para comprar os alimentos básicos para uma pessoa adulta. Em setembro, o percentual foi de 56,53%.

um comentário

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s